MINISTÉRIO DA CIDADANIA, GOVERNO DO PARANÁ E COPEL apresentam

Júris

Competitiva

Flávia Cândida

Curadora, cineasta e produtora oriunda do curso de Cinema da UFF, onde dirigiu o curta O Metro Quadrado (Prêmio Especial do Júri no 35º Festival de Brasília). Começou sua carreira como programadora em meados dos anos 1990 no Cine Arte UFF e coordenou por mais de 15 anos o Festival Brasileiro de Cinema Universitário. Colabora na programação e curadoria de diversos festivais e mostras como Curta Cinema, Festival do Rio, Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo , Goiânia Mostra Curtas, Vitória Cine Vídeo e Século XXI: Mulheres, Ação! Como analista e consultora de projetos trabalha na seleção de laboratórios como BR Lab, Plataforma Lab, ICUMAM Lab, consultoria no Laboratório de Projetos do Curta Cinema 2015 e seleção em 2018.

Alberto Ramos

Crítico e programador de festivais com textos publicados em inúmeros veículos publicações e compilações, já cobriu festivais como Cannes, Veneza, San Sebastián, Montreal, Friburgo, Rotterdam, Toronto e Berlim, muitas vezes também convidado a júri oficial. Deu aulas sobre o cinema cubano na Sarah Lawrence College, em New York. Em 2010, preparou uma retrospectiva sobre a diáspora africana em Cuba para o Festival de Cinema Africano de Tarifa. Desde 2005 atua como programador do Festival de Havana, responsável pela edição de seu catálogo e, mais recentemente, pela coordenação de seus eventos teóricos.

Rita Azevedo Gomes

Rita Azevedo Gomes é uma cineasta versátil e independente que explora novas formas de expressão. A sua atividade desde os anos 70 abrange áreas como Teatro, Ópera, Edição Gráfica e Cinema. Trabalhou junto de João Bénard da Costa, no Serviço de Cinema da Fundação Calouste Gulbenkian e na Cinemateca Portuguesa-Museu do Cinema. Os seus filmes têm sido aclamados e premiados em diversos países e Festivais – Locarno, Veneza, Montreal, Rotterdam, Bafici, Buenos Aires, Turim, Viennale, Jeonju, Doc Lisboa, Marselha, Cinesul Rio, Japão, etc.

Novos Olhares/Melhor Filme Brasileiro

Sarah-Tai Black

Sarah-Tai Black é uma programadora, curadora e escritora residente em Toronto. Ela é coordenadora de programação no Images Festival e trabalha como membro da equipe de programação do festival TIFF’s. Sarah-Tai também integra a equipe de direção do The Royal Cinema onde ela programa uma série mensal chamada Black Gold.
Seus escritos foram publicados em diversos meios, incluindo The Globe and Mail, Cinema Scope, MUBI Notebook, TIFF’s The Review, e o jornal Cléo, assim como acompanhando o projeto de diversos artistas. Em colaboração com instituições como o Museum of Contemporary Art, ela fez a curadoria de performances de artistas como Lido Pimienta e Aisha Sasha John e falou sobre a cultura da arte, cinema e artes da imagem em movimento em suas muitas formas como convidada na National Galley of Canada e The Walrus, assim como em plataformas tais quais a Canadian Art e Huffington Post.

Javier Garcia Puerto

Javier Garcia Puerto é programador do festival Black Nights Film Festival (PÖFF).

Daniel Kasman

Daniel Kasman é Diretor de Conteúdo do MUBI. Mora em Nova York.

Outros olhares

Raúl Camargo

Raúl Camargo, programador e professor chileno, passou a integrar a equipe de programação do FICValdivia festival em 2007, tornando-se seu “artista delegado” após três anos e, em 214, seu diretor. Escreveu artigos para importantes periódicos, incluindo La Fuga, Fuera de Campo, Otros Cines e Hambre Cine. Contribuiu para a obra El novísimo cine chileno (2011) e atualmente trabalho no primeiro livro de sua autoria, abordando a as afinidades e rupturas de perspectiva entre os filmes latinoamericanos do século passado e os deste século. Ele leciona história do Cinema em diversas universidades chilenas.

Patrícia Machado

Pesquisadora. Professora do curso de Comunicação (Cinema) da PUC-Rio. Doutora em Comunicação e Cultura pela ECO-UFRJ com doutorado sanduíche da Université Sorbonne Nouvelle Paris III.

André Felix

André Félix é mestrando em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal da Bahia e cineasta. Dirigiu os curtas-metragens “A Cor do Fogo e A Cor da Cinza” e “Valentina”e foi co-roteirista do longa-metragem “Entreturnos”. Diante dos Meus Olhos é seu primeiro longa-metragem como diretor.

Newsletter

Cadastre-se e mantenha-se informado sobre tudo que acontece no Olhar de Cinema.