Sinopse

Em “Há Um Fantasma de Mim” a imagem fantasmática é o topos que organiza as imagens de um futuro prometido e irrealizado: ruínas, chamas, as cidades que desmancham, o corpo que salta diretamente da infância para o declínio e a morte. Todas figurações da reversão de uma imagem linear do tempo e da história, das políticas do progresso que ainda hoje atravessam nossa imaginação política. *(E.B)

Ao adquirir este curta do Programa 04 você tem acesso aos curtas: EU ESPERO O DIA DA NOSSA INDEPENDÊNCIA, A CULPA NÃO É NOSSA, HÁ UM FANTASMA DE MIM, O QUE NÃO SE VÊ, CARTA DO SEU PAÍS DISTANTE

Trailer

Direção

Mateo Vega

Mateo Vega (1994) nasceu em Lima, Peru e mudou-se para Amsterdã ainda jovem. Ele é um cineasta e atua com organização cultural alternativa. Ele se formou na Amsterdam University College na New School. Seu primeiro curta-metragem, Radio Voorwaarts (2018), foi selecionado para financiamento no Amsterdams Fonds voor de Kunst e no Stichting Niemeijer Fonds e foi exibido em diversos festivais internacionais de cinema. Em seu trabalho, Vega aborda questões como contracultura e “experiências emocionais de perda”.

Créditos

Produção

Mateo Vega

Festivais

International Film Festival Rotterdam