Sinopse

ALERTA DE GATILHO: este filme possui relatos de abuso infantil. Tudo parece familiar. Porque, de fato, é. Os pratos na mesa, as tias no sofá, as marcas nas paredes. É esmiuçando todos esses rostos, objetos e sons familiares que a diretora expõe o quão violento é o abuso e o estupro infantil quando ele acontece dentro do espaço “seguro” desse núcleo… familiar. Em um cinema de confronto, ela conversa e questiona seu abusador. O que escuta dele é extremamente doloroso e fica impossível não se inquietar e se perturbar com esses diálogos. Sem redenções ou curas, o filme e sua diretora nos interpelam de dentro do trauma. *(C.A)

Ao adquirir este curta do Programa 02 você tem acesso aos curtas: CHÃO DE FÁBRICA, MEU TIO TUDOR, UMA PACIÊNCIA SELVAGEM ME TROUXE ATÉ AQUI, VIKKEN, TECIDOS BRANCOS

Trailer

Vídeos

Direção

Olga Lucovnicova

Olga Lucovnicova é uma cineasta nascida na Moldávia e radicada na Bélgica. Ela estudou cinematografia durante seis anos na Academia de Música, Teatro e Belas Artes da Moldávia e direção de documentários durante dois anos na DocNomads, um programa de mestrado da Erasmus Mundus, oferecido por um consórcio de três renomadas universidades europeias em Portugal, Hungria e Bélgica. Como cineasta, Olga se interessa por histórias que possam gerar mudanças sociais e criar uma plataforma de discussão.

Créditos

Produção

Frederik Nicolai

Direção de Fotografia

Olga Lucovnicova

Montagem

Olga Lucovnicova

Festivais

Berlinale, 71st Edition
HotDocs
Krakow Film Festival, 61st Edition