Sinopse

Na década de 1980, inspirado em Mozart, Éric Rohmer escreveu a peça teatral “O Trio em Mi Bemol”, posteriormente filmada também sob sua direção. Com sua precisão e economia características, agora é a cineasta portuguesa Rita Azevedo Gomes (“A Portuguesa”, Olhar ’19) quem adapta a história original e a transforma em um filme rodado dentro de outro filme. Nesse jogo de triangulações, as câmeras de um enigmático diretor espanhol registram os sucessivos e ruidosos encontros de um casal de ex-amantes. (C. M.)

Trailer

Vídeos

Direção

Rita Azevedo Gomes

Desde o seu primeiro longa-metragem, "O Som da Terra a Tremer" (1990), Rita Azevedo Gomes tem desenvolvido uma abordagem independente no cinema. Sua filmografia inclui "Frágil Como o Mundo", "A 15ª Pedra", "A Vingança de Uma Mulher", "Correspondências", "A Portuguesa", "Danças Macabras", "Esqueletos e Outras Fantasias", co-realizado com Pierre Léon e Jean-Louis Schefer. Também desenvolve projetos de teatro e ópera. Atualmente é programadora de cinema na Cinemateca Portuguesa.

Créditos

Produção

Rita Azevedo Gomes, Gonzalo García-Pelayo

Roteiro

Rita Azevedo Gomes, Renaud Legrand

Elenco

Rita Durão, Pierre León, Ado Arrieta, Olivia Cábez

Direção de Fotografia

Jorge Quintela

Montagem

Rita Azevedo Gomes

Som

Olivier Blanc, António Porem Pires, Tiago Matos

Festivais

Berlinale – Berlin International Film Festival