Sinopse

No filme original, o artista belga Paul Haesaerts tenta reduzir as máscaras do Congo a um portal que possa explicar pra ele a experiência do povo africano, povo este que ele toma como “estranho”. Nesta releitura do também diretor belga Matthias De Groof, a voz e a narração em francês, língua do colonizador, sai de cena e, assim, escutamos as máscaras falarem. Elas nos olham de volta e, em lingala, idioma banto, trazem os ventos e os raios de um dos mais conhecidos textos do poeta Aimé Césaire: “Discurso sobre colonialismo”. *(C.A)

Ao adquirir este curta do Programa 01 você tem acesso aos curtas: A MÁQUINA INFERNAL, TEREZA JOSÉFA DE JESUS, SOB A MÁSCARA BRANCA: O FILME, QUE HAESAERTS PODERIA TER FEITO, SAÚDE!, OUÇA A BATIDA DAS NOSSAS IMAGENS

Trailer

Vídeos

Direção

Matthias De Groof

Matthias De Groof nasceu na Bélgica em 1981. Cineasta e acadêmico. Seus filmes "Lobi Kuna", (2018) e "Palimpsest of The Africa Museum" (2019) foram premiados e selecionados no IFFR, Le FIFA, Berlinale, entre outros. Seu livro "Lumumba in The Arts" (2020) foi citado na lista "top 100 livros para fugir das notícias". Ele foi bolsista na Tisch School of the Arts da New York University e na Waseda University em Tóquio.

Créditos

Produção

Daniel De Valck

Roteiro

Matthias De Groof

Direção de Fotografia

Art et Cinema

Montagem

Matthias De Groof, Neel Cockx

Som

Neel Cockx

Compositor

Sun Ra

Direção de Arte

– –

Festivais

Short Waves Festival (2021)
Sheffield Doc/Fest. UK (2021)
MAS | Museum aan de Stroom. Belgium (2020)