Sinopse

O processo de renascer dentro do próprio corpo é um que reclama sua história. Entre a Véronique que se despede e o Vikken que surge, várias outras metamorfoses foram feitas: a transição de Tirésias, a Cénis que virou Ceneu na mitologia grega, as figuras que, tanto em textos católicos, quanto nos islâmicos, surgiam como corpos que não se adequavam a uma prévia designação de gênero. Mas pra que Vikken se despeça de Véronique, é preciso mais do que a História. É preciso ter cuidado e carinho, pra que as regras do Estado não domem o desejo de ser. *(C.A)

Ao adquirir ingresso para qualquer um dos curtas-metragens, também estará disponível para você todos os curtas-metragens premiados.

Vídeos

Direção

Dounia Sichov

Dounia Sichov nasceu em Paris. Ela começou sua carreira como atriz de teatro, depois atriz de cinema, editora e produtora: ela já colaborou com Abel Ferrara, Mikhaël Hers, Denis Côté, Catherine Breillat, Antoine d'Agata, Danielle Arbid, Damien Manivel, Sharunas Bartas, Jonathan Caouette, entre outros. No momento ela está desenvolvendo seu primeiro longa.

Créditos

Produção

Eugénie Michel-Villette

Elenco

Vikken

Direção de Fotografia

Pauline Sicard

Montagem

Dounia Sichov

Som

Maud Lubeck

Festivais

FID Marseille
OutSouth Queer Festival