MINISTÉRIO DA CULTURA  apresenta

Compartilhar

Sinopse

O recém-falecido diretor tcheco Milos Forman (1932-2018) era conhecido por fazer filmes sobre rebeldes, porém suas mais calorosas comédias focaram em personagens “quadrados”. “O Baile dos Bombeiros” foi o último filme de Forman realizado em sua terra natal antes da invasão soviética em Praga o levar para Hollywood. O filme mostra os esforços dos bombeiros voluntários de uma cidade pequena para darem uma festa para sua comunidade. Essas auto-proclamadas autoridades tentam realizar o que acreditam ser suas funções. Ao invés disso, causam o caos e se dão conta, não sem alguma vergonha, que terminam se divertindo.

Trailer

Direção

Nascido na então Tchecoslováquia, Forman (1932-2018) foi figura essencial da chamada “nouvelle vague” tcheca, nos anos 60. Imigrou para os EUA após a Primavera de Praga, e lá ganhou o Oscar de direção por “Um Estranho no Ninho” (1975) e “Amadeus” (1984). Seus filmes foram marcados pela atração por figuras rebeldes, além de um humor cáustico.

Outros filmesver todos os filmes

Newsletter

Cadastre-se e mantenha-se informado sobre tudo que acontece no Olhar de Cinema.